FINANCIAMENTO

Vamos ajudá-lo no seu crédito a habitação

Tome nota ...

 

Crédito Habitação – estude várias propostas, avalie o spread, os encargos com comissões e outros custos associados, tais como avaliação do imóvel, abertura de processo, comissão de dossier, etc. Além da prestação mensal, some também o valor dos seguros obrigatórios, nomeadamente o seguro de vida e seguro contra incêndios.  Verifique esse seguros na sua seguradora, pode se que tenha aí condições mais vantajosas.

Coeficiente de Esforço – Quando contrai um empréstimo à habitação, tem de ter em conta o seu coeficiente de esforço, que é medido pela prestação mensal da casa sobre o rendimento que aufere todos os meses e o seu nível de endividamento até então. Pode até acontecer que o seu nível de endividamento aumente, mas que o seu coeficiente de esforço diminua, tudo irá depender dos juros que pague e do prazo dos seus créditos. Contudo, o banco tem em conta todos estes factores ao atribuir o financiamento.

Além do valor do coeficiente de esforço, que serve para avaliar a capacidade de cumprimento do empréstimo, o banco também tem em consideração as garantias que o cliente oferece em caso de incumprimento, ou seja aquilo que as instituições financeiras contabilizam como “colateral”, quando avaliam o risco de crédito. Geralmente, é a própria casa a servir de colateral, ou outros bens que o cliente já possua antes de contrair o crédito habitação.

Outros custos – Escritura, registos, impostos, ao Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT) e ainda as despesas com a mobília e o recheio da casa.

233414809